QUAL SERÁ A PRÓXIMA GALINHA DOS OVOS DE OURO?

Categoria: Marketing Digital
Data: 20/03/2018
Autor: 5Quatro

Terno e gravata, cabelo engomado, cigarro na boca e lápis e borracha nas mãos...Mad Men é um retrato fiel e glamoroso da publicidade dos anos 60. Mas se Don Draper vivesse nos dias de hoje, provavelmente trocaríamos isso tudo por uma camisa xadrez, coque samurai, suco verde numa mão e um tablet na outra. 

Deixando de lado a moda e estilo de vida saudável que mudou daquele tempo para cá, vamos focar na tecnologia. 

Enquanto antes era lento e custoso para aceitar um computador capaz de fazer cálculos mais complexos para o time de mídia da Sterling, Cooper & Partners, bom, continua sendo lento e custoso marcas e empresas aceitarem inovações tecnológicas nos dias de hoje. 

Atualmente apenas um louco não colocaria sua marca no Facebook, mas se você parar e apertar um pouco os olhos, vai se lembrar de como era difícil trazer marcas para o meio digital anos atrás, vide os departamentos de “internet” minúsculos e largados às traças em agências no começo dos anos 2000. 

Foi preciso vir um homem vestido de frango em uma ação digital em 2004 do Burger King para abrir a cabeça dos clientes e as muitas agências focadas no marketing digital. Claro, não podemos generalizar, sempre teremos marcas e agências desbravando novas tecnologias, mas em geral, a maioria espera um momento mais seguro para se aventurar nas novidades. E quem sai na frente sempre tem uma vantagem, mesmo que com riscos maiores. 

Toda e qualquer mudança é trágica, mas se bem-feita pode ser um bocado lucrável. Está no cerne de todo publicitário estar à par do que está acontecendo no mundo ao seu redor. VR, realidade aumentada, mobile...qual será a próxima grande mídia a ser explorada pelas marcas?

Cabe aos profissionais de comunicação ficarem atentos ao que os consumidores ainda não sabem que querem e as marcas aceitarem os riscos. Afinal, ninguém quer ser mais um no meio de uma multidão.

VOLTAR PARA TODAS POSTAGENS

Gostou?
Compartilhe esse post.