GAMIFICATION: INSIRA UMA MOEDA PARA COMEÇAR

Categoria: Marketing Digital
Data: 28/02/2019
Autor: 5Quatro

Muita coisa mudou desde que a gente controlou o primeiro pixel para se divertir. Depois de anos de evolução e uma quantidade enorme de jogos memoráveis, a indústria dos games se tornou mais rentável que a da televisão, serviços de streaming, cinema e música. Em 2018, ela arrecadou mais de 120 bilhões de dólares ao redor do mundo. É impossível negar: a forma que os jogos conversam com as pessoas é um sucesso. Então, por que não aplicar em outras áreas?

 

O que é?
A utilização de características provenientes dos jogos como utilização de mecânicas e dinâmicas para engajar, resolver problemas e melhorar o aprendizado de pessoas é a tão famosa gamificação. Ela vem ganhando espaço em campanhas de marcas, escolas de idiomas e políticas internas de empresas.

Essa estratégia aproveita o instinto competitivo das pessoas e transforma atividades cotidianas em missões que despertam a curiosidade. Essas tarefas que são rotineiras se tornam novas ao serem vistas em outro contexto.

 

Por que usar?
Campanhas que utilizam gamificação possuem altas chances de gerar engajamento com o público e de manter esse contato por períodos maiores. Esse tipo de estratégia possui maior facilidade em prender a atenção e gerar entretenimento.

Outras possibilidades também são o alto potencial de compartilhamento e de criação de conteúdo espontâneo. O conteúdo que antes ia de uma direção para outra, agora se torna interativo e se diferencia dos demais.

 

Por onde começar?
A essa altura você já deve estar se perguntando como é possível se inspirar em jogos para melhorar o desempenho de funcionários ou como utilizar na sua próxima campanha de Inbound. Para utilizar a gamificação de maneira eficiente, é necessário entender o público com quem tem a intenção de dialogar.

Quais são seus gostos e quanto tempo tem para se dedicar. Uma vez que o público esteja definido, é possível escolher com maior certeza quais os meios devem ser utilizados e qual mecânica funcionará melhor para o público. As redes sociais são ótimas para promover a gamificação porque elas também estimulam o engajamento e compartilhamento das ações.

Um primeiro passo a ser implementado é um sistema de conquistas para estimular comportamentos benéficos para a marca que depois poderão ser recompensados de alguma maneira. Por exemplo, usuários que se cadastrarem em uma newsletter, ganham pontos que podem ser trocados por promoções.
Uma outra alternativa um pouco complexa seria um jogo mobile que aborda os temas da marca e seus produtos. O usuário possui uma fonte de entretenimento em troca do contato constante.

No final das contas, o que realmente importa é preparar um conteúdo que dialoga com o público escolhido e que favorece as interações. Optar por ações que façam sentido para os usuários e recompensas que valham a pena para quem destinar o seu tempo é essencial para o sucesso da campanha.

 

Gamificação é mais uma estratégia que vem recebendo a atenção de diversas marcas, talvez seja hora de começar a pensar em um plano de marketing que aborde esse novo jeito de conversar com o seu público.

VOLTAR PARA TODAS POSTAGENS

Gostou?
Compartilhe esse post.